C I R U R G I A S

Na Clínica Veterinária Ridog, realizamos cirurgias eletivas, como castrações e emergenciais, como fraturas, lesões de órgãos abdominais, torções gástricas, infecções uterinas e cesarianas.

 

Contamos também com o serviço de cirurgias ortopédicas, oncológicas, odontológicas e oftalmológicas.

 

Para a realização de procedimentos cirúrgicos, a Ridog utiliza anestesia inalatória, que permite monitorar de forma mais segura o paciente durante todo o procedimento. Contamos também com toda a gama de medicamentos necessários para intervenções de todos os tipos, fluidoterapia e protocolos necessários para o êxito da cirurgia e da recuperação do seu animal.

Caso necessário, após o procedimento cirúrgico, o animal permanecerá internado para observação do retorno da anestesia, controle de dor e realização de exames de controles.

Nos procedimentos cirúrgicos veterinários eletivos ou agendados, é possível realizar uma programação e agendamento da cirurgia para maior conveniência do proprietário.  Algumas doenças ou quadros clínicos exigem procedimentos cirúrgicos de caráter emergencial, havendo sempre uma equipe de Cirurgia Veterinária preparada e disponível 24 Horas.O animal que realizará cirurgia receberá uma criteriosa avaliação antes do procedimento.

Avaliações antes da Cirurgia Veterinária
  • Exame Físico Completo

  • Exames Complementares de Sangue

  • Imagem – Ultrassonografia, Tomografia e Raio-x

  • Cardíacos – Eletrocardiograma e Ecocardiograma
     

Nos procedimentos da Cirurgia Veterinária, o animal é submetido à anestesia inalatória, recebe monitorização cardíaca, pressão arterial, análise de gases sanguíneos (oximetria e capnografia), hemogasometria, controle da glicemia, controle de temperatura corpórea e exames complementares durante a cirurgia. O centro cirúrgico conta ainda com bomba de infusão, bisturi eletrônico e diversos instrumentais cirúrgicos especiais.


Todos os materiais cirúrgicos passam por rigorosa técnica de assepsia em autoclaves para evitar casos de contaminação e infecção hospitalar durante o procedimento cirúrgico.

O animal recebe preparo no dia do procedimento, realizando jejum hídrico e alimentar, raspagem dos pelos na região da cirurgia e antissepsia local. Após o procedimento cirúrgico, o animal permanece internado para observação, controle de dor, realização de exames controles quando necessários até receber alta hospitalar para continuação do tratamento em casa. Retornos com o cirurgião veterinário são agendados periodicamente até a retirada dos pontos, período que pode variar entre 7 e 15 dias após a cirurgia veterinária.

Hoje em dia, a castração de cachorros é a cirurgia veterinária mais realizada na rotina do hospital, com indicação ainda quando filhote tanto para macho quanto para fêmea. A castração promove diversos benefícios, incluindo melhora do comportamento, prevenção de doenças como tumor de mama, pseudociese (“gravidez psicológica”), mastite, infecção de útero, tumor de próstata e testículo.

Procedimentos da Cirurgia Veterinária que são realizados:
  • Trato digestivo (esôfago, estômago, intestino, fígado), em casos de corpo estranho, obstrução intestinal, intussuscepção, shunt portossistêmico, obstrução de vesíula biliar, tumores.

  • Trato urinário (rim, uretra, ureteres), em casos de cálculos urinários, nefrectomia, tumores, doenças congênitas, ruptura de bexiga.

  • Trato reprodutivo (útero, ovário, vulva, pênis, testículo, próstata, cadeia mamária) em casos de cesárea, hemometra, piometra, hiperplasia prostática, doenças congênitas, tumor de mama.

  • Trato respiratório (narina, palato mole, laringe, traquéia, pulmão) em casos de estenose de narina, prolongamento de palato, paralisia de laringe, tumores, colapso de traquéia.

  • Sistema hematopoiético (baço, linfonodos) em casos de esplenectomia por tumores, biópsia de linfonodo.

  • Sistema cardiovascular (coração, pericárdio, vascular) em casos de doença congênita, persistência ducto arterioso (PDA), persistência do 4º arco aórtico direito (PAAD), efusão pericárdica, tumores.

  • Realiza-se ainda cirurgias oncológicas, cirurgias de glândulas adrenal e tireóide, otohematoma, biópsias de órgãos abdominais e pele, correção de hérnia inguinal, umbilical e perineal.

  • As doenças emergenciais que mais acomentem os animais e exigem um procedimento cirúrgico emergencial são: hérnia diafragmática, hemorragia abdominal, torção de estômago, ruptura de bexiga, obstrução intestinal, intussuscepção, trauma automobilístico, laceração e perfuração de pele.